Home Informativo Notícias Abastecer “até a boca” dá problema?
Abastecer “até a boca” dá problema?

Você já deve ter abastecido seu carro e pediu para que o frentista enchesse o máximo possível para arredondar o valor, ou até mesmo com medo que a gasolina seja mais cara no outro dia. Mas o que você provavelmente não sabe é que isso pode acarretar em grandes problemas para o seu carro e também para o meio ambiente.

Quando se abastece além do nível adequado, a pressão fica negativa dentro do sistema e o filtro é obstruído, contaminando o cânister – peça que fica entre o tanque de combustível e a admissão do motor, que tem a função de amenizar os poluentes liberados na atmosfera. Feito de carvão ativado, ele conta com uma tubulação especifica que recebe e filtra todos os gases nocivos, assim devolvendo para a atmosfera da forma certa –.

Então, além de danificar a válvula de controle do sistema, que por conta da falta de ar terá que fazer mais força para trabalhar, poderá comprometer o funcionamento do motor, pois caso o filtro entre em contato com a gasolina, etanol ou diesel, pode fazer com que partículas desse material se soltem e entre no tanque.

Em todos esses casos, o painel do veículo acusará o problema, e dependendo do dano, o proprietário do automóvel terá que trocar o cânister, a válvula ou até o próprio tanque. Esses prejuízos podem ser evitados se o frentista obedecer ao primeiro clique da bomba, que indica que o tanque foi enchido até o limite permitido.

Além disso, o motorista também deve consultar o manual do veículo para saber qual a capacidade máxima que tanque suporta no abastecimento, que chega geralmente a suportar 10% a mais do que a capacidade real, onde acaba atingindo o limite máximo do cânister. Por isso, preencha a gasolina somente até o indicado para preservar o seu veículo e o meio ambiente.





COMPARTILHE:



+ lidas
Saiba como trocar seu carro financiado.
Você está pensando em trocar de carro, pegar um modelo mais confortável para você e sua família? Nós sabemos que sim,…
Como funciona o seguro de carro?
O seguro de automóveis no Brasil se divide em dois grupos: o seguro obrigatório (DPVAT – Danos Pessoais Causados por…
PLACAS MERCOSUL
As novas placas MERCOSUL (Composto por cinco países: Brasil, Argentina, Uruguai, Paraguai e Venezuela) vem gerando grandes…