Home Informativo Notícias Para que serve a Correia de distribuição?
Para que serve a Correia de distribuição?

A correia de distribuição é uma das peças fundamentais para o carro, que merece todos os cuidados, pois além de não dar sinais de desgaste, se mantém ocultas na sua parte interna, composta por dentes de borracha, podendo causar grandes estragos por conta do constante movimento de tração. Este componente é responsável por sincronizar todos os componentes que permitem que o carro funcione corretamente.

Mas você deve se perguntar como é possível saber a necessidade de fazer a troca dessa peça, é claro que caso você conheça seu carro, saberá identificar uma leve perda de energia, vibração anormal do motor ou até um aumento no consumo. Esses são alguns indicadores de que a correia de distribuição está com problemas e precisa ser trocada o quanto antes, pois caso demore muito, pode trazer grandes danos ao motor.

Contudo, a substituição da correia de distribuição não deve ser feita por você, pois não é um trabalho tão fácil assim. É importante ser levado a um mecânico de confiança, pois um carreia mal colocada terá um grande prejuízo para a mecânica.

Agora é preciso que você saiba quais são as principais correias e os cuidados para uma futura manutenção:

Dentada – A correia dentada é a mais conhecida e importante para o veículo. Ela liga o eixo-comando de válvulas ao virabrequim do motor, sincronizando-os e fazendo com que as válvulas de admissão e de escapamento se abram e fechem no momento exato. Caso ela venha a se romper, o carro não funcionará mais. E caso o rompimento tenha sido com o motor funcionando há grandes riscos de danificar peças do motor. É recomendado a revisão do conjunto de seis em seis meses ou a cada 10 mil quilômetros. A troca depende do estado da correia durante a revisão, porém não deve passar de 60 mil quilômetros rodados.

Alternador – A principal função da correia do alternador é ser responsável por colocar o alternador em atividade, peça que é responsável por gerar a energia para a bateria do carro. Se ela arrebenta, a bateria não irá carregar e em breve o veículo irá parar de funcionar. É recomendado a revisão a cada 10 mil quilômetros rodados e troca no máximo em 20 mil quilômetros.

Ar condicionado – A correia do ar condicionado e é ligada ao motor do carro, sendo responsável por colocar o compressor do sistema em funcionamento. Ao acionar o interruptor do ar dentro do veículo, a correia entra em funcionamento, possibilitando a diminuição na temperatura de dentro da cabine. O rompimento dela deixará o veículo sem ar. É recomendado fazer a troca a cada 50 mil quilômetros rodados.

Direção hidráulica – A correia da direção hidráulica trabalha de forma a acionar a bomba hidráulica que envia o fluido para a caixa de direção, diminuindo o peso do volante nas manobras. A revisão deve ser feita aos 10 mil quilômetros e a troca não deve passar dos 20 mil quilômetros. O rompimento da correia não chega a trazer riscos ao carro porque a direção funciona normalmente, porém fica mais pesada.

Então para que seu carro não tenha maiores problemas, fique sempre atento as mudanças que possam ocorrer, e assim, faça a manutenção indicada. 





COMPARTILHE:



+ lidas
Saiba como trocar seu carro financiado.
Você está pensando em trocar de carro, pegar um modelo mais confortável para você e sua família? Nós sabemos que sim,…
Como funciona o seguro de carro?
O seguro de automóveis no Brasil se divide em dois grupos: o seguro obrigatório (DPVAT – Danos Pessoais Causados por…
PLACAS MERCOSUL
As novas placas MERCOSUL (Composto por cinco países: Brasil, Argentina, Uruguai, Paraguai e Venezuela) vem gerando grandes…